Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Invenções no feminino

Sabemos que ao longo da história da Sociedade, muitas mulheres tiveram papéis preponderantes, nomeadamente durante as Grandes Guerras. Muitas delas estiveram à frente de estudos, invenções e descobertas e são mais ou menos conhecidas. Um exemplo disso é Marie Curie no ramo da radioactividade.

Mas deixando de lado as invenções mais conhecidas, vamos falar de algumas ideias concebidas por mulheres de diferentes nacionalidades e que foram inovações geniais, ainda que desconhecidas do grande público.

 

Serra circular

Em 1813, a americana Tabitha Babbitt inovou e substituiu a tradicional serra em que eram precisas duas pessoas a empurrar para a frente e para trás, por uma serra circular.

 

Lâmpada e telescópio submarino

Outra americana, Sarah Mather conseguiu concretizar em 1845, uma invenção excepcional e patenteou a lâmpada e do telescópio para os submarinos.

 

Sinais de fumo para a Marinha

Mais uma americana, Martha Coston. Encontrou alguns esboços num caderno do falecido marido, trabalhou neles durante 10 anos, com especialistas em pirotecnia e conseguiu realizar sinais de fumo no mar. Em 1859, atribuiu a invenção ao seu marido.

 

Limpa Pára-brisas

Em 1903, Mary Anderson, americana, inventou o limpa pára-brisas manual, que foi recebido com alguma relutância por parte dos condutores. Estes, não gostavam de ter de puxar uma alavanca, preferindo conduzir com a chuva a bater no vidro. Em 1917, uma outra mulher, Charlotte Bridgwood, inventou a versão automática. A marca pioneira? A Cadillac.

 

Vidro Invisível

Katherine Blodgett, física americana e primeira cientista da General Electric, que em 1935, criou um vidro sem reflexos ou distorções, tendo revolucionado a Ciência e o Cinema, em todo um conjunto de objetos, como câmaras, microscópios, óculos entre outros.

 

Computador

Almirante americana, Grace Hopper é um grande nome ligado à tecnologia. Em 1944, em parceria com Howard Aiken, inventou o primeiro computador, do tamanho de uma sala. Mais tarde, em 1959, ela fez parte da equipa que inventou uma das primeiras linguagens de programação modernas - o COBOL.

 

Casa solar

A bioquímica húngara Maria Telkes criou em 1947, a primeira casa 100% solar ou seja, auto-sustentável. Inventou ainda o primeiro gerador de energia termoeléctrica.

 

Kevlar

O Kevlar é uma fibra sintética muito leve mas cinco vezes mais resistente do que o ferro. Em 1966, Stephanie Kwolek tentava aperfeiçoar uma fibra mais leve para os pneus dos carros, quando a descobriu.

 

 Wireless

A austríaca Hedy Lamarr, para além de atriz famosa de Hollywood, foi a inventora de uma tecnologia que permitia controlar torpedos à distância, durante a Segunda Guerra Mundial, alterando rapidamente os canais de frequência de rádio para que não fossem interceptados pelo inimigo. Este conceito de transmissão, permitiu mais tarde chegar a tecnologias como o Wi-Fi e o Bluetooth. 

 

Sistema de monitorização doméstico

A inventora afro-americana Marie Van Brittan Brown criou em 1969, o primeiro sistema de vigilância por vídeo para uso doméstico. Este sistema foi a “mãe” dos sistemas modernos de vigilância.

 

Seringa

Letitia Mumford Geer inventou em 1899, a primeira seringa para aplicação de substâncias por meio de um pistão, e que podia ser utilizada pelo médico com apenas uma mão. As seringas modernas são ainda hoje, inspiradas pelo modelo original. 

 

 

Outras invenções:

. O saco de papel por Margaret Knight em 1871

. Os blocos alfabéticos por Adeline D.T. Whitney em 1882

. A secretária-cama por Sarah E. Goode, em 1885 (primeira americana negra com uma patente)

. A máquina de lavar loiça por Josephine Cochrane, em 1886, já com secagem incorporada

. O caixote do lixo com pedal, prateleiras na porta dos frigoríficos e latas mais simples de abrir são alguns exemplos do que Lillian Gilbreth inventou ou aperfeiçoou no início dos anos 90

. O monopólio, por Elizabeth Magie, em 1904, com o nome original O jogo dos senhorios,

. Trela extensível, por Mary A. Delaney em 1908

. Fraldas descartáveis, por Marion Donovan, em 1951 cuja patente vendeu por um milhão

. A escala de Apgar, pela dra. Virginia Apgar, em 1952

. Tira-nódoas, pela química Patsy Sherman, em 1969

. Corretor líquido, por Bette Nesmith Graham, em 1958; patenteou a marca Liquid Paper e vendeu-a 20 anos depois, por quase 40 milhões

. Filtro de café, pela alemã Amalie Auguste Melitta Bentz, em 1908

 

Tinham noção de todos estes feitos? Alguns tão improváveis e importantes?

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Happy 10.04.2018 23:21

    Talvez tenhas razão e o feito lhe tenha sido "retirado"... Nessa altura as pessoas non-gratas eram pura e simplesmente apagadas. Olha, um pouco como querem fazer hoje em dia, com retirar estátuas de localidades, de livros, de filmes...
  • Imagem de perfil

    Fátima Bento 11.04.2018 00:10

    Exacto. A história dele é tão triste... Um dos maiores cérebros do século passado acabou por se suicidar aos (acho 42) anos...
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.