Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Idos de Março e Calendas Gregas

Provavelmente já ouviu ambas as expressões, mas se calhar pode não saber a sua origem. 
 
O calendário romano tinha nomes específicos para três dias do mês: as calendas, as nonas, e os idos.
 
  • As calendas eram os primeiros dias de cada mês e, portanto, fixos.
  • As nonas podiam ser o 5º ou o 7º dia do mês dependendo da duração do mês. Normalmente, correspondia à lua em quarto crescente.
  •  Os idos podiam ser o 13º ou o 15º dia. Normalmente, era o dia de lua cheia. 

 

Os restantes dias não tinham um nome específico e eram contados em relação às calendas, nonas ou idos. Por exemplo, o dia 2 de Março seria 4 dias antes das nonas de Março (os romanos contavam inclusivamente o dia 2 e regressivamente, a partir das nonas). 

 

Mas, porque, ficaram então célebres os idos de Março? Nos idos de Março de 44 a.C. Júlio César foi assassinado e a expressão manteve-se em uso até ao dia de hoje. 

 
As calendas gregas referem-se a um dia que não chegará, à semelhança do dia de São Nunca, pois os gregos não tinham calendas no seu calendário.
 
Esta é o primeiro texto de uma série de curiosidades sobre tudo e nada, à semelhança do que escrevo no meu blogue - Encontros Improváveis.