Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Efeito Pigmaleão e o sucesso escolar

    E precisamente porque estamos em plena "rentrée" escolar , que se quer bem sucedida para todos, pais, professores e alunos, decidi deixar este registo sobre umas das formas de obter sucesso escolar; 

  Conta uma lenda, que Pigmalião era rei de Chipre e procurava uma mulher para se casar mas não uma mulher qualquer , mas sim a mulher perfeita; Procurou em todo o lado e durante muito tempo e terminou a sua busca muito frustrado pois não encontrou nenhuma; Decidiu então  tornar se escultor para compensar a inexistência dessa mulher e com um único e claro objetivo,  criou a escultura da mais bela mulher que jamais alguem havia visto; uma escultura de mármore perfeita  a quem deu o nome de Galatea; A escultura era tão e tão bela  que o seu escultor enamorou-se dela ; Ora a  Deusa Afrodita apercebendo se disso  e com pena do rei, deu vida à escultura .... Esta é a lenda ; e daí vem o nome de "Efeito Pigmalião":  O que plantas na tua mente e vais fortalecendo, se concretiza, de formas por vezes, impensáveis;  é como se realinhássemos a realidade de acordo com as nossas expectativas em relação a ela.

E o que isso tem a ver com sucesso escolar ?

O efeito Pigmalião foi  designado, na década de 1960, por Robert Rosenthal , psicólogo e Lenore Jacobson, diretora de uma escola que realizaram um importante estudo sobre como as expectativas dos professores afectam o desempenho dos alunos. 

   No início do ano letivo, Rosenthal e Jacobsen realizaram testes de inteligência em crianças de 1º a 6º anos nessa escola ;  As professoras não tiveram acesso aos resultados dos testes. Mas os autores sortearam uma meia dúzia de crianças por turma, independentemente do seu QI, e disseram às professoras que essas crianças eram as mais talentosas.

    O resultado foi que isso influenciou o comportamento das professoras, que passaram a dar mais atenção às crianças que elas acreditavam ter um melhor potencial. Eram mais gentis, explicavam mais, chamavam mais ao quadro para resolver problemas, reforçavam mais o comportamento de estudar etc. etc. Ao final do ano, as crianças supostamente identificadas como mais talentosas, tiveram um crescimento maior nos seus testes de QI, independentemente da inteligência inicial.

   Segundo os autores, os professores que têm uma visão positiva dos alunos tendem a estimular o lado bom desses alunos e estes devem obter melhores resultados; inversamente, professores que não têm apreço pelos seus alunos adoptam posturas que acabam por comprometer negativamente o desempenho dos educandos.


"Na área da psicologia, esta experiência demonstra que as expectativas de uma pessoa podem influenciar de forma favorável ou desfavorável no rendimento dos outros. Assim, quando um pai diz ao filho que espera muito dele, é bem provável que o mesmo reaja positivamente, pois as palavras de um pai servem para potencializar a autoestima e a motivação pessoal. Obviamente, para que o efeito Pigmalião-Galateia funcione corretamente, é necessário que as expectativas projetadas estejam baseadas em possibilidades reais de sucesso e não em suposições."

Resumindo :  em alguns casos, o insucesso de alguns alunos não se dever à falta de capacidades destes, mas sim às baixas expectativas dos seus professores.

efeito pigmaleao.png

 

Fontes:psicologia freee.com; https://lndufmg.wordpress.cohttps://conceitos.com/efeito-pigmaliao-galateia, google images; 

2 comentários

Comentar post