Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Como (não) usar as #hashtags do Instagram

Instagram - As Hashtags | Maria das Palavras

O Instagram está na moda, mais do que nunca por terras lusas (creio). Até eu tenho publicado mais e gostado de fazer Stories (coisa que tinha jurado achar ridícula há não muito tempo). Então com o bom tempo, especialmente ao fim de semana, o Facebook anda às moscas e tudo se passa nesta rede de parcas palavras, onde a imagem é rainha. 

 

No entanto, pelo que vejo, ainda há algumas pessoas que andam às aranhas com as ditas hashtags AKA palavrinhas precedidadas de cardinal. 

 

Para que servem afinal?

Não são só uma maneira de descrever a foto para quem não sabe o que dizer de legenda - o Moço entra sempre em pânico por não saber o que escrever; depois eu digo "qualquer coisa, o que quiseres", ele pensa numa coisa parva para escrever e eu digo "isso não!". Elas servem para identificar a foto de maneira que quem faz pesquisas no Instagram sobre o tema, objeto, pessoa, a encontre via hashtag. Por isso devem ser de facto descritivas e corresponder ao que é exibido na foto. Há algumas notas a observar no seu uso: 

 

#sejamrealistas

Se acham que vão conseguir mais seguidores a usar a famosa hastag #pornfood para mostrar uma taça de Chocapics estão enganados. Quer dizer, depende dos gostos. Vamos radicalizar: não usem a hashtag #cat para descrever a vossa selfie para chegarem aos apaixonados por gatinhos. Não resulta. É só parvo. 

 

#perfilprivadonãovê

Perfil privado? Podem usar as hashtags por uma questão de graça ou estilo, se quiserem, mas as vossas fotos não aparecem na pesquisa (a não ser para quem vos segue, de forma previamente autorizada). 

 

#ecomercialnãoliga

Morre uma bóia de flamingo cor-de-rosa por causa pessoa que usa o caracter & (ou um espaço!) nas suas tags. Não repararam já que não fica com ligação? É verdade que já são aceites vários caracteres especiais, mas este símbolo não é um deles. A época de casamentos está cheia de #nuno&teresa mas fiquem a saber que o Nuno fica solteiro na hashtag. 

 

#nao#as#peguem

Morre uma bóia de unicórnio por cada hashtag pespegada às outras. A lógica é a mesma, se estiver tudo junto o símbolo cardinal quebra a ligação e só a primeira fica como tag. A tecla de espaço é aquela maior! Não há como errar. [Update depois de uma boa lembrança de uma leitora no Facebook.]

#podeminventar

É para ser descritivo? Sim. E realista? Sim. Usar espressões genéricas para se ser encontrado? Também. Mas se quiserem aparvalhar e colocar tags perfeitamente nonsense e únicas: o Intagram é vosso. E o que não tem regra, às vezes tem graça. #usoahashtagquequiserporquenãomandasemmim

 

 

Sigam-me no blog pessoal, no Instagram - @maria_das_palavras e no Facebook aqui. O Aprender também tem página no Facebook: aqui.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.