Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Verão de S. Martinho

 

Por estes dias, devido às temperaturas altas e ao calor que se faz sentir, ouve-se muito a frase "É o verão de S. Martinho". Todos os anos, nesta época, quando os raios de sol espreitam a frase é sempre a mesma e este ano podemos dizer que é mesmo verão.

s_martinho_com_mendigo.gif

 (imagem retirada na net)

 

O Dia de S. Martinho comemora-se no dia 11 de novembro e a sua lenda (relacionada com o verão de S. Martinho) diz-nos que num dia de tempestade, ia S. Martinho, valente soldado, montado no seu cavalo, quando viu um mendigo, quase nu, tremendo de frio e que lhe estendia a mão.
S. Martinho, parou logo o cavalo e pousou a sua mão carinhosamente na mão do pobre. Em seguida, com a sua espada cortou ao meio a sua capa de militar, dando metade ao mendigo.
Apesar de mal agasalhado e de chover muito, o cavaleiro continuou o seu caminho, cheio de felicidade.
Mas, de repente, a tempestade passou. O céu ficou limpo. E um sol brilhante encheu a terra de luz e de calor.
Para que não se apague da memória de todos nós este acto de bondade, praticado pelo cavaleiro, diz-se que, nessa mesma época, cessa por alguns dias o tempo frio, o céu fica azul e o sol reaparece quente e brilhante.
É o Verão de S. Martinho.

 

Além da lenda são muitos os provérbios que também se ouvem, nesta época do ano, relativos ao S. Martinho:

 

Em dia de S. Martinho, vai à adega e prova o vinho

No dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho

No dia de S. Martinho mata o teu porco e faz o teu vinho

No dia de S. Martinho, abre o teu pipo e prova do teu vinho

No dia de S. Martinho, assa as castanhas e molha-as com vinho

No dia de S. Martinho, encerra o porquinho, souta o soutinho e prova o teu vinho

No dia de S. Martinho, fura-se o pipinho, mas quem for honrado já o deve ter furado

Pelo S. Martinho, abatoca o teu vinho

Pelo S. Martinho, comem-se as castanhas e prova-se o vinho

Pelo S. Martinho, deixa a água para o moinho

Pelo S. Martinho, mata o porco e semeia o cebolinho

Pelo S. Martinho, nem nabo, nem cabacinho

Pelo S. Martinho, prova o teu vinho; ao cabo de um ano já te não faz dano

Pelo S. Martinho, semeia a fava e o linho

Por S. Martinho, todo o mosto é bom vinho

Por S. Martinho, nem favas nem vinho

Queres espantar o vizinho? Lavra e estruma no S. Martinho

Se o Inverno não erra o caminho tê-lo-eis no S. Martinho

Vindima em Outubro que S. Martinho to dirá.

 

1 comentário

Comentar post