Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Minuto de silêncio

Ora o minuto de silêncio que hoje em dia se faz em todo o mundo foi justamente "inventado" em Portugal. Neste minuto em que respeitosamente todos procuram estar em silêncio em memória de alguém que morreu, as pessoas demonstram assim a sua solidariedade para com a família e uma breve homenagem à pessoa em causa.

 

O curioso é saber que tudo começou em 1912 com a morte de uma barão que era ministro dos negócios estrangeiros no Brasil. O Barão chamava-se José Maria Paranhos Junior, e era uma pessoa muito querida em Portugal. Ora a sua morte foi um acontecimento que marcou bastante o povo brasileiro, de tal forma que os festejos do carnaval foram adiados para não coincidir com o luto nacional.

 

Sendo este barão tão amado no Brasil como em Portugal, os deputados suspenderam a reunião de câmara por meia hora como era já habitual, no dia seguinte já em reunião de senado foram feitos 10 minutos de silêncio - facto relatado no jornal Diário de Notícias, os primeiros de que há registo. E assim sempre que uma pessoa ilustre morria era assinalado o facto com o silêncio. 

 

De dez minutos, passou a cinco e de cinco passou a um, como se faz hoje em dia. Daqui passou para a Europa e da Europa para o mundo.

 

 

 

fonteAqui