Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Dicas da Maria na cozinha

Cozinha (Imagem Pixabay)


Partilho convosco algumas das mais importantes pérolas que tenho aprendido nos últimos anos, aqui e ali (e depois de fazer muitas asneiras):

 

  • Os frascos de polpa de tomate já abertos devem guardar-se de pernas para baixo no frigorífico para evitar que ganhem bolor.
  • As cebolas e as batatas não se devem guardar juntas.
  • Dentes de alho no frigorífico não. Mas de os queremos conservar melhor é botar em azeite num frasco.
  • Sim, as claras e gemas de ovo podem congelar-se.
  • Põe mesmo bagos de arroz no sal para evitar a humidade que o faz pespegar-se todo.
  • A melhor maneira de não te morrer a salsa no vaso...é comprares já colhida e usares. Ponto.
  • Descongela e tempera sempre a carne com antecedência e assim nem tens de ser grande cozinheira que o sabor será maravilhoso.
  • As facas não se podem lavar com água quente, que a lâmina sofre com a temperatura e fica a cortar pior.
  • Sopra sempre antes de provares, pelamordedeus.
  • Afasta o tablet e/ou o telemóvel dos cozinhados. Muito a sério.
  • Oregãos melhoram tudo – e as ervas e especiarias no geral ajudam a diminuir o uso de sal.
  • Os ovos deve estar à temperatura ambiente para se baterem as claras com mais eficácia (bem como a maior parte dos ingredientes dos bolos). Em relação a bater claras também ajuda juntar umas pedrinhas de sal ou umas gotas e sumo de limão.
  • Entalem as batatas (cozer por 10 minutos com sal) antes de as levarem ao forno. Faz com quem não levem mil horas a assar bonitinhas.
  • Usem avental ou preparem-se para as consequências (eu preparo-me para as consequências, apesar da minha avó me ter oferecido já dezenas de aventais bordados).

 

E a regra mais importante: partilhem sem pudor todas as receitas e dicas . Para que tenham a sorte de serem brindados com o jantar feito (e em bom) o maior número de vezes possível. , Moço?

 

Ponto de açucar

Para que este ano se encha de muita doçura fui pesquisar uns pontos de açúcar e não podia deixar de escrever um pouco da historia e curiosidade deste pó doce!

Não se sabe ao certo a origem da cana, mas os primeiros registos dão conta de plantações de cana feitas pelos arborígenas da Nova Guiné, onde ainda não se conheciam as técnicas de produção de açúcar em pó, só descobertas na Índia no séc. I a.C..

No século VII d.C., os árabes lançaram-se à conquista de um grande império e, à medida que avançavam nas suas conquistas iam cultivando a cana-de-açúcar: cultivaram no Egipto, na Palestina e no Norte de África.

O açúcar chegou à Europa no século XI com o desenvolvimento das relações comerciais com o Oriente, encabeçadas pelas repúblicas italianas.
Para os cruzados vindos do Oriente, que utilizavam o exótico "pó doce" para maravilhar as damas dos seus castelos, o açúcar além de adoçar iguarias, também era usado como medicamento que curava todas as maleitas. Nunca deixando de ser um luxo de reis.

Mas na época dos Descobrimentos, as coisas mudaram. Com a introdução da cana-de-açúcar na Ilha da Madeira e a descoberta do caminho marítimo para a Índia os portugueses tornaram-se os maiores negociadores de açúcar. O Infante D. Henrique viu no açúcar fonte de financiamento para as suas empresas, razão que o levou a dar prioridade à plantação de cana na Ilha da Madeira, em detrimento do trigo. A riqueza gerada com o comércio do açúcar, foi uma das razões para a introdução desta cultura no Brasil. A chegada de portugueses e espanhóis ao continente Americano transformou o açúcar num marco da economia. O açúcar passou mesmo a ser chamado de "Ouro Branco", estando para a economia do séc. XVIII como o petróleo esteve para a do séc. XX.

Curiosidades:

Um pouco de história


- Pão de Açúcar: "O morro que se tornou uma espécie de emblema do Rio de Janeiro, passou a chamar-se Pão de Açúcar, por ter um formato semelhante aos pãezinhos que saíam dos moldes onde o açúcar cristalizava."

- O açúcar começou a ser utilizado na preparação de obras-primas (castelo ou cenas de caça) a partir da Renascença

- Nos finais do séc. XVIII o açúcar era considerado um remédio "para todos os males", utilizado por médicos e curandeiros no tratamento das mais variadas maleitas.

- O gastrónomo francês Brillat Savarin declarava, em 1825, ser o açúcar um "tempero universal", e durante bastante tempo o fabrico do açúcar foi a maior indústria mundial.

 

 

  • PONTOS DE AÇÚCAR

pontos de açucar.jpg

 Publicado originalmente aqui: Khimera