Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Manteiga, margarina ou creme vegetal: qual o melhor?

O karma é tramado! Acabo de criticar, no meu blog, as pseudo-quase-wannabe-manteigas e deparo-me de imediato com o post (completo e elucidativo) da Dona Pavlova, acerca de colesterol. “Toma lá, BB, só para te lembrares que as tuas escolhas são pouco saudáveis!”

 

Foi então que me lembrei que as diferentes propriedades da manteiga, da margarina e do creme vegetal são desconhecidas por muitos, pelo que decidi aceitar o convite para participar neste blog e (tentar) transmitir algo útil. Esta é uma perfeita aplicação do ditado “faz o que eu digo, não faças o que eu faço”!

 

manteiga.jpg

 

 

Ora, então vamos lá aprender ou relembrar:

 

Origem

Tanto a margarina como o creme vegetal são compostos por gordura de origem vegetal (sementes de girassol, milho, soja, entre outros). Já a manteiga é de origem animal, sendo obtida através da gordura do leite.

 

 

Valor calórico
Com menos gordura e portanto menos calorias, temos os cremes vegetais. A manteiga e a margarina têm aproximadamente a mesma percentagem de lípidos (80% ou mais), pelo que são caloricamente equivalentes.
 

 

Tipo de gordura

A manteiga, de que eu tanto gosto, é rica em gorduras saturadas e colesterol e a margarina "presenteia-nos" com gordura trans. Ambas prejudiciais ao sistema cardiovascular! O creme vegetal é praticamente isento de gorduras trans e contém também uma menor percentagem de colesterol. Conclui-se, assim, que esta é a opção mais saudável, como podem verificar no portal da Fundação Portuguesa de Cardiologia

 

Passo a citar: “Do ponto de vista cardiovascular os cremes vegetais para barrar são os mais adequados uma vez que contêm menor quantidade de gordura total, menor quantidade de gordura saturada e também de colesterol.”

 

 

Relembro que qualquer uma das opções deve ser ingerida em quantidades reduzidas. 
 

Colesterol

Todos os dias ouvimos frases com a palavra "Colesterol" lá no meio. Mas o que é isso do Colesterol?

Para tirar muitas dúvidas e para ficarmos a conhecer melhor o seu significado, hoje o meu post é sobre o Colesterol, onde irei responder a algumas questões pertinentes.

 

O que é o Colesterol?

O Colesterol é uma gordura encontrada apenas nos animais e que é importante para as células do corpo humano, para o nosso crescimento, para a nossa reprodução e para a produção de vitamina D. Porém, e aí é que reside o grande problema, é que o seu excesso no sangue pode ser fatal.

 

Onde encontramos o Colesterol?

Temos duas fontes de Colesterol: a maior parte é fabricada pelo nosso organismo, no fígado, e a outra vem da alimentação e que é absorvida ao nível dos intestinos, que aparece principalmente nas carnes vermelhas, manteigas, queijos, pele de aves,etc...

 

O que é isso do Bom e do Mau Colesterol?

Como a gordura (colesterol) não se mistura com o sangue, ele é transportado através do sangue para os órgãos e para o fígado pelas lipoproteínas.

O LDL-C ou Mau Colesterol, em níveis elevados pode aderir à parede das artérias dificultando a passagem do sangue, entupir as artérias e causar a aterosclerose, os enfartes e os derrames. 

O HDL-C  ou Bom Colesterol é o que ajuda a remover o LDL-C do organismo. O seu excesso protege as artérias do coração e a sua falta é muito prejudicial para o organismo.

 

O que é a Aterosclerose?

É o depósito de gorduras nas paredes das artérias, que com o passar do tempo leva à formação de uma placa que dificulta a passagem do sangue podendo levar a um entupimento no local. Esta obstrução leva à diminuição do fluxo de sangue para os órgãos, com graves consequências para os órgãos envolvidos, assim como para o coração e para o cérebro.

 

Quais as consequências da Aterosclerose?

No Coração pode manifestar-se com uma Angina de Peito (dor no peito por falta de sangue e oxigénio), por um enfarte (morte de um pedaço do músculo do coração, por falta completa de circulação e oxigenação do local):

No Cérebro pode originar um Derrame ou AVC isquêmico (morte de parte do tecido do cérebro por falta completa de circulação e oxigenação no local, ou um Derrame ou AVC hemorrágico (no local onde se forma a placa de aterosclerose pode ocorrer o rompimento do vaso cerebral, ocasionando a interrupção da circulação sanguínea e morte do tecido cerebral no local).

 

Quais são os factores que auxiliam o desenvolvimento/aparecimento da Aterosclerose?

A aterosclerose começa na infância e geralmente vai-se manifestar após os 55 anos de idade nos homens e 65 anos nas mulheres, porém, pode começar ainda antes. Apesar disso, os principais factores que contribuem para o seu desenvolvimento são:

  • LDL (colesterol mau alto)
  • HDL (colesterol bom baixo)
  • Idade mais avançada
  • Sedentarismo
  • Fumo
  • Tensão alta
  • Diabetes
  • Obesidade

 

É possível prevenir de forma adequada a aterosclerose?

Para prevenir a aterosclerose é necessário identificar se está sob risco de ter essa doença. Para isso, basta uma consulta com o médico, e com o histórico de vida do paciente e com um exame físico e um simples exame de sangue pode-se fazer o diagnóstico e avaliar qual o risco de aterosclerose.

 

Quais os valores de Referência desejáveis do Colesterol nos adultos?

Colesterol Total < 200

LDL - C < 130

HDL - C > ou = 40

 

Quais são as formas de combate ao Colesterol elevado?

Basicamente é fazer uma mudança do estilo de vida, nomeadamente na mudança nos hábitos alimentares, fazendo uma dieta com baixo teor de gorduras, parar de fumar e exercitar-se diariamente.

No que diz respeito à alimentação, prefira carnes magras e de aves, peixe, leite e derivados magros, claras de ovos, óleos de soja ou amendoim, feijão, lentilha, grão de bico, massas, Frutas e vegetais frescos e sumos naturais. Evite as carnes gordas, as salsichas, o bacon, o leite gordo e os queijos cremosos, os alimentos com ovos, as gorduras de porco, a manteiga e os refrigerantes.

 

E porque eu aprendi muito e se vocês quiserem ficar a saber também um pouco mais, vejam estes 2 vídeos: