Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

O que não devemos dar aos nossos amigos

Eu já sabia de alguns alimentos que não devemos dar aos nossos CÃES, mas não conhecia todas estas restrições. Tento alimentar o Luka só com ração, mas ele é um comilão e infelizmente gosta de tudo... não tem má boca ;)

Mas depois de ler isto,só tenho a dizer uma coisa:

 

- Luka, tenho muita pena, mas acabaram-se os docinhos e as guloseimas... e escusas de chorar que não daqui não levas mais nada!

 

Fiquem também a saber, como eu fiquei, quais os alimentos proibidos e que não devemos dar aos nossos cães:

 

chocolate.png

O chocolate, assim como todos os derivados do cacau, contém uma proteína chamada teobromina, esta proteína similar à cafeína é prejudicial aos cães. A sua ingestão, mesmo que em pequenas quantidades, pode provocar vómitos, diarreia, sede excessiva, além de tremores, convulsões e alteração nos batimentos cardíacos.

alcool.png

 

Como acontece com as pessoas, o álcool diminui as funções cerebrais. Porém, os cães são mais sensíveis ao álcool e além disso tem corpos menores, onde pequenas quantidades de álcool podem levar cães pequenos ao estado de coma. Podem também causar vómitos, diarreia, alterações no sistema nervoso central, problemas de coordenação, dificuldade respiratória e até a morte.

uvas.png

 

As uvas ou as passas estão associadas à insuficiência renal precoce, vómitos e podem deixar o cão bastante apático.

noz.jpg

 

A noz de macadâmia contém uma toxina desconhecida que pode afectar os músculos, o sistema digestivo e o sistema nervoso dos cães. Já foram registados casos de tremores e de paralisia nas patas traseiras dos cães após o seu consumo..

alho.png

 

Se forem ingeridos em grandes quantidades, o alho e a cebola destroem as células vermelhas do sangue dos cães e pode causar anemia, intoxicações, falência renal, fraqueza, vómitos, apatia, falta de apetite e de ar.

abacate.png

O abacate contém uma substância tóxica chamada persina, que pode causar problemas gastrointestinais. Em 2009 este alimento, tanto em sementes, cascas, folhas e frutos, entrou para a lista da ASPCA como sendo um dos mais perigosos para os cães.

cafe.png

 

O café contem componentes perigosos chamados xantinas que podem causar danos no sistema nervoso e sistema urinário, além de ser um estimulante cardíaco. A cafeína presente no café acelera o coração, podendo causar taquicardia e até mesmo ataques cardíacos, quanto menor for o cachorro, maiores os riscos. A cafeína também pode ser encontrada nos chás, cacau, chocolate e bebidas energéticas.

fruta.png

 

Geralmente o problema não são as frutas, mas sim, as suas sementes e os seus caroços, isto porque os caroços presentes em algumas frutas podem causar uma inflamação no intestino delgado dos cães. Além disso, as sementes também podem causar obstruções, hemorragias e até envenenamento.

doces.jpg

 

 Os doces são muito boas mas são muito perigosas para os animais. Estes produtos contêm xilitol, uma substância responsável pelo aumento da insulina que circula no corpo do cão, o que pode levar a uma insuficiência hepática. Os sintomas iniciais incluem vómitos, letargia e perda de coordenação.

 

gordura.jpg

 

A gordura existente em alguns tipos de comidas podem provocar problemas gastrointestinais e, em alguns casos pode culminar numa pancreatite. Alguns exemplos destas comidas são os queijos, a gordura anima, a pizza, hambúrgueres, etc..

rucula.png

 

A Rúcula causa algumas alterações hormonais e poderá mesmo levar ao aborto se se tratar de uma cadela grávida.

cogumelos.png

 

 Os cogumelos possuem várias substâncias tóxicas que levam à insuficiência renal e hepática, dor na barriga, vómito, diarreia, delírio, alucinação, convulsão e morte.

osso.jpg

Os ossos das aves, principalmente, nunca devem ser dados aos cães, pois são pequenos e fáceis de engolir, o que pode causar engasgos e, quando o cão morde o osso, formam-se pontas agudas que, ao serem engolidas, podem perfurar os órgãos e causar hemorragias e graves infecções, levando à morte do animal. Além disso, por serem menores, os ossos de aves podem ficar presos na garganta.

leite.png

 

Os lacticínios só são úteis quando os nossos animais são pequenos. Em adultos estes alimentos apenas os prejudicará podendo levar a sintomas de diarreia, pedras nos rins e problemas digestivos. O iogurte e o queijo fresco poderá ser dado de vez em quando como um biscoito.

sal.png

 

Se costuma cozinhar a comida dos seus animais não utilize sal. Este poderá provocar vómitos, diarreia, depressão, tremores, febre, convulsões ou até mesmo morte.

 

Meninos, isto é para o vosso bem!!

 

Post também publicado aqui.

3 comentários

Comentar post