Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Nuvens

Ao longo da história, muitas pessoas observaram as nuvens. Verificaram que estas possuem tamanho, forma, espessura e coloração, muito distintas entre si. Não há uma nuvem exactamente igual a outra, embora existam nuvens parecidas.

Em 1802, Luke Howard- cientista britânico, criou uma classificação de nuvens e utilizou palavras em latim para nomea-las, tais como:

 

Cirrus= tufo de cabelo; Muito ténue, o seu aspecto lembra um véu.

 

Altocumulus: Aparece no céu em pequenos tufos, com bordas não muito definidas. 

 

Stratus= camada. É uma nuvem de chuva persistente e intensa, porém sem raios, relâmpagos ou trovões. Quando ocorre neve, normalmente este tipo de nuvem é o que está associado.

 

 

As nuvens também podem ser líquidas (constituídas por gotículas de água), sólidas (constituídas por cristais de gelo) e mistas (constituídas por gotículas de água e cristais de gelo).

Existem três estados de nuvens:

Nuvens altas (sólidas): cirrocumulus, cirrus e cirrostratus;

Nuvens médias (líquidas e mistas): altocumulus e altostratus;

Nuvens baixas (líquidas): stratus, nimbostratus, cumulus.

 

Netgrafia:

http://geofisica.fc.ul.pt/informacoes/curiosidades/nuvens.htm

http://www.infoescola.com/meteorologia/tipos-de-nuvens/

http://super.abril.com.br/galeria/10-tipos-de-nuvens/

 

 

 

Comentar:

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.