Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Assembleias de condóminos

10924708_771092099651295_8133513549682803283_n.jpg

Ora aqui está uma coisa em que poucos gostam de participar - assembleias de condóminos.

Normalmente realizam-se no inicio do ano (ou, pelo menos, é isso que diz a lei) para aprovação das contas do ano anterior e do orçamento para o ano seguinte bem como para eleição do administrador.

A convocatória para a assembleia obedece a diversas normas, infelizmente nem todas respeitadas por quem o faz (e aqui incluo empresas e particulares).

Começa com o envio da convocatória. Em muitos casos é afixado, no elevador ou no hall, um papel a dizer que o dia e a hora. Pois, não pode ser assim. Deve ser enviada uma carta, com antecedência mínima de 10 dias, devendo indicar a ordem de trabalhos e a data da segunda convocatória. E não, não pode ser uma carta em correio simples - é obrigatório haver um registo da recepção. Ou seja, em termos práticos, pode ser via CTT (em carta registada com aviso de recepção) ou pode ser entregue, porta a porta, através de livro de protocolo.

Normalmente, indica-se que a segunda convocatória (caso não haja quórum na primeira) se realiza meia hora mais tarde. Atenção a este detalhe - o que a lei determina é que deve ser indicada outra data, logo não pode ser noutro horário (são conceitos diferentes).

Estes dois detalhes, não sendo respeitados, podem levar a que a assembleia seja considerada nula e que se tenha de repetir tudo outra vez, pelo que são de respeitar.

 

2 comentários

Comentar post