Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

Como poupar na conta do supermercado II

No Domingo passado deixei-vos 4 truques para poupar na conta de supermercado, esta semana deixo-vos umas dicas simples adicionais para tirarem ainda mais partido dos truques.

 

1 Lista de Compras

A organização da lista de compras é quase tão importante como os produtos que estão listados, para poupar tempo e dinheiro organizo a minha lista por local, defino o que comprar em cada sítio e faço a lista dividida.

Mas para poupar tempo nas compras e garantir que não me esqueço de nada, organizo também a lista pela ordem dos expositores, desta forma previno andar para trás e para frente dentro do supermercado, para além de poupar tempo evito passar em corredores não necessários e especialmente pelos topos e coners apelativos que costumam existir para apelar ao consumo.

2 Preço/unitário

Um dos motivos pelos quais faço a minha lista em Excel, para além de ser muito fácil de arrastar as células para organizar a lista, é pela facilidade que este oferece em fazer contas, o que para avaliar qual o melhor negócio é o ideal. É frequente aparecerem nas promoções produtos com tamanhos e doses fora do comum o que torna difícil avaliar se efectivamente é uma boa compra, dividir o total pelas doses/ unidades ou perceber o preço kg/litro é essencial para sabermos se realmente estamos a comprar a metade do preço.

3 Marca branca/ marca

Várias vezes percebo que as pessoas optam pelas marcas brancas pelo simples facto de as considerarem mais económicas, mas já detectei vários casos em que a diferença é quase inexistente e várias vezes compensa comprar uma marca, pois as promoções e descontos nas marcas são maiores e mais frequentes e permitem-nos comprar produtos (quase sempre superiores) a preços mais em conta.

Na folha de Excel podem facilmente fazer as contas e perceberem qual o produto mais compensador o de marca ou o da marca própria do supermercado.

 

Pequenos truques que no final do mês podem fazer toda a diferença.

Boas compras e boas poupanças.

O Pão caseiro

Depois da sopa da pedra, hoje venho contar-vos que aqui, na terra de Almeirim, não chamamos "bolas" aos pequenos pães de forma arredondada... não, esta é uma terra muito especial, ainda que digam que "Almeirim é terra de gente ruim", eu até acho que há aqui muito boa gente!

 

E portanto alguém, não sabemos quem, mas que era boa gente com certeza, lembrou-se de chamar a este pão:

 

transferir.png

 

o nome de caralhotas. Sim, é verdade. 

 

 

Não acreditam? 

 

Vão ler lá no Priberam.

 

Já foram?

 

Ora muito bem, agora que já aprenderam uma coisa nova vem aí a segunda que é:

 

E porque razão o pão tem este nome?

simples, "Caralhota é como se chama ao borboto das camisolas. Havia uma velhinha que estava a cozer pão e a filha raspou o alguidar e fez uma bolinha com os restos. Quando a senhora perguntou o que estava a fazer, respondeu: ‘Uma caralhota, mãe.' E ficou assim", eu confesso que também não sabia a razão...


 E como não há duas sem três, vamos aprender mais uma coisa:

 

Tentar fazer as caralhotas em vossas casas. Eu, mulher prendada mentira digo-vos como se fazem. Podem ser feitas em qualquer forno, quem não tem de lenha faz no forno normal que tem na cozinha!

 

Ingredientes 

1 kg de farinha sem fermento

10 gr de fermento de padeiro (não é aquele do supermercado, compra-se na padaria)

água quente/morna

Sal grosso

Papel vegetal daquele dos bolos

 

Preparação

Ligar o forno (180º)

Num alguidar de barro, ok, pode ser de plástico, coloca-se a farinha.

Numa taça coloca-se o fermento, um pouco de água e o sal, basta uma mão fechada com sal, isto é enche-se a mão, mas fecha-se  sai o excesso. Uma mão-cheia por cada quilo de farinha.

Depois do sal derretido e do fermento dissolvido misturar na farinha e ir acrescentando água e amassando (sim, com a mão) até a massa ficar "elástica"

Tapar o alguidar com um pano e deixar num sítio morno (ou embrulhado numa coisa quentinha)

Meia hora depois, colocar o papel vegetal no tabuleiro e colocar farinha, e com ajuda da farinha ir moldando as bolas de massa, convém deixar espaço entre elas para quando crescerem não se colarem.

 

Vai ao forno e em quinze minutos têm a casa a ser inundada com cheirinho de pão quente!

 

Eu faço quase todos os fins de semana e deixem que vos diga, com manteiga, é bom que se farta!

 

Conselhos para uma Voz Saudável

(Imagem retirada daqui)

 

      Hoje, dia 16 de Abril, celebra-se o Dia Mundial da Voz. E que tem o Terapeuta da Fala a haver com isso? Tudo. Os Terapeutas da Fala trabalham em parceria com profissionais da voz e trabalham em patologias relacionadas directa ou indirectamente com a voz. O Terapeuta da Fala pode ajudar no aperfeiçoamento da voz com actores, cantores e até políticos e ainda auxiliar pessoas com nódulos nas pregas vocais, rouquidão persistente ou outras patologias associadas à voz.

       A verdade, é que mesmo não sendo profissionais da voz (ou que pelo menos o achemos), a voz é uma das ferramentas mais importantes no nosso dia-a-dia, já experimentaram uma afonia total durante um dia inteiro? Pois é, é terrível não se conseguir falar e expressarmo-nos da maneira mais fácil que conhecemos. Por isso hoje, no Dia Mundial da Voz, deixo-vos alguns conselhos importantes para manter uma voz saudável.

1.jpg

 

           - Espreguiçar faz bem para aliviar tensões, assim como fazer alongamentos, principalmente no que diz respeito ao pescoço e costas. Aliviar essas tensões e dar mobilidade aos músculos irá facilitar o movimento dos mesmos durante a fala. 

           - Bocejar, pode parecer uma vergonha, mas não se preocupem, bocejar ajuda também a aliviar tensões do tracto vocal e com som ainda é melhor. Mas vá, não bocejem em frente ao patrão que a coisa pode correr mal.

           - As cordas vocais são também um órgão e como tal precisam de muita hidratação, quem por natureza fala muito de certeza que sente a necessidade de beber muita água e só faz bem, ajuda a manter toda o tracto vocal em bom funcionamento.

            - Tentar falar o mais possível de frente a frente, isso melhora a postura para falar e diminui a necessidade de falar mais alto ou de adoptar posturas erradas.

2.jpg

 

            - Se já tem a voz cansada sussurrar não é solução é apenas disfarçar e o esforço feito é superior ao falar normalmente.  

            - Se houver necessidade de expelir qualquer coisa, não pigarreiem (ou seja, aquelas tentativas de tirar o 'catarro'), tussam, caso a sensação não passe com água. Pigarrear vai provocar lesões nas cordas vocais, tossir não é bom, mas sempre não provoca tantos danos.

            - Tomar analgésicos aquando dores de garganta tiram apenas a dor e não curam, por isso há que evitar esforçar a voz nesses momentos, assim como tomar rebuçados ou sprays e logo a seguir ir fazer um esforço vocal. Não estamos a curar, apenas a piorar a situação. O ideal é falar o menos possível.

            - Evitar comidas muito picantes, estas não são nada amigas das cordas vocais.

3.jpg

 

            - Se uma rouquidão ou dor de garganta for persistente há que procurar um Terapeuta da Fala ou um Otorrinolaringologista. Não é suposto uma rouquidão durar muito tempo e às vezes pode ser indício de outros problemas que estão camuflados com a rouquidão, nomeadamente, nódulos vocais. 

             - Evitar sítios com fumo de tabaco ou até ar condicionado, estes locais são propícios a provocar problemas vocais (sou muito sensível a estes ambientes e mesmo que não fale, depois de uma noite num bar encontro-me ligeiramente rouca).

             - Não ingerir café, leite e chocolate antes de palestras e actividades em que se recorra muito à voz. Estes alimentos têm uma substância que irá envolver as cordas vocais e diminuir a sua função e aumentar o esforço.

             - Fazer sempre aquecimento vocal para dar palestras ou outro tipo de situações em que a voz seja importante, não são só os cantores que precisam dos aquecimentos, professores e até pessoas que trabalham em call-centers o deveriam fazer.

             - Não aumentar o tom de voz, mas projectar a voz, existe uma diferença entre os dois conceitos, um exige mais das cordas vocais e o outro do sistema respiratório. O ideal será procurar auxílio de um profissional caso precise de 'falar alto' de forma recorrente.

 

Não esperem por terem graves problemas de voz para começarem a dar-lhe o devido valor. Comecem a tratar bem da voz agora.

 

Dúvidas? É só perguntar!

Estreia que anseio!

Em primeiro lugar uma pequena nota: a semana passada foi de doidos e quando tive oportunidade para escrever para o blog.... a minha net não funcionou... um update de sistema qualquer que não deixava a net funcionar em lado nenhum.

 

Em segundo lugar, o post de hoje é dedicado a uma estreia muito especial (foi esta semana cá no UK mas em Portugal pelo que consultei no IMDB foi a 31 de março). O filme a que me refiro é nem mais nem menos que Operação Eye in the sky.

 

E sobre o que é o filme?

Temos a comandante Katherine Powell, na frente da operação para capturar uns terroristas no Kenya. Começa a ver a sua missão em risco quando uma menina entra na zona de risco, iniciando uma disputa internacional com as implicações inerentes à guerra nos tempos modernos.

 

Este filme tem a particularidade de ter atores britânicos de excelência e de ser o último filme em que Alan Rickman participou.

 

Créditos

Diretor: Gavin Hood

Guionista: Guy Hibbert

Principais Atores: Hellen Mirren, Alan Rickman, Aaron Paul

 

Curiosidades

O papel da Hellen Mirren foi escrito inicialmente para um homem.

De acordo com o diretor, cerca de 30% dos militares dos USA nestas operações, recebe tratamento para a Perturbação de Stress Pós Traumático.

Último papel de Alan Rickman.

 

Trailler

 

Filme especial

Deixo-vos aqui o tributo da Hellen Mirren

 

 

Empresas administração condomínio e e-fatura

A propósito do IRS, E-Fatura e Condomínio, foi-nos colocada a questão se as empresas administradoras de condomínio não declaram a sua actividade. 

Claro que sim (ou, pelo menos, as que são sérias e credíveis), as empresas administradoras declaram a sua actividade, pagam impostos e emitem facturas. Mas essas facturas são emitidas em nome do condomínio que administram e não em nome dos condóminos que detêm as fracções.

Essas facturas servem de suporte ao pagamento dessa despesa por parte do condominio.

Descubra se o seu email foi pirateado

Olá a todos.

Os ataques informáticos são cada vez mais frequentes. Esses hackers podem ler os seus emails privados bem como aceder a informações pessoais que possam constar nos mesmos.

 

Felizmente, existem maneiras de verificar se o seu email foi pirateado ou não, e é isso que vou ensinar hoje como se faz.

O método mais rápido é inserir o seu endereço de correio electrónico na caixa de pesquisa do site Have I Been Pwned?.

 

Sem Título.png

O site verifica se o seu e-mail consta em alguma das listas de ataques publicadas nos últimos dois anos. Se a sua conta de e-mail tiver sido pirateada, surgirá a mensagem ‘Oh no – pwned!’ no fundo da página.

O site Have I Been Pwned? verifica um total de 220 milhões de contas pirateadas, por isso, se a sua não for uma delas pode sentir-se com sorte! Eu fui um deles

 

No caso de ter uma conta Hotmail, a Microsoft fornece instruções sobre como a apagar. Outros ataques disponíveis para verificação no HIBP incluem a Yahoo, Sony, Vodafone, Tesco e o Snapchat. Se tem uma conta em qualquer uma destas empresas, visite o site o mais depressa possível. Mesmo que não tenha, deve guardar este site nos seus favoritos e visitá-lo sempre que tenha conhecimento de um ciberataque. Para receber uma notificação via e-mail quando for pirateado, clique no link ‘Notify me when I get pwned’.

 

Tenho recebido algumas mensagens com pedidos de ajuda, às quais tenho correspondido positivamente, solucionando os problemas rapidamente.

Obrigado a todos pelo feedback e, já sabem, naveguem com cuidado!

 

Um abraço,

Sr. Solitário

coisas feitas de corpo humano

quarta feira é dia de aprender parvoeiras neste sítio do saber. assim sendo, e como o calendário não engana, hoje estamos aqui todos reunidos para saber algo muito interessante: nada mais nada menos do que o uso do corpo humano em determinados objetos.

confusos?

isso já passa.

assegurem-se só que estão de estomago tranquilo e de mente aberta. 

 

coisas feitas com pedaços de corpo humano

 

1. ossuário de sedlec

situado na república checa trata-se de uma pequena capela católica alvo de grande procura por parte dos turistas pois que na sua decoração tem, rufem os tambores, ossos humanos! ah pois! muitos ossinhos de mais de quarenta mil pessoas. não é bonito?

 

2. cordofone-lira depenados

toda a gente gosta do som de um violino. ou de uma guitarra portuguesa.

e se for disto?

human-skull-lyre-instrument.jpg

isto, na verdade, trata-se de uma lira feita com crânio humano, chifres de antílope, vísceras, pele e cabelo humanos. diz-se que  é do século XIX, originário da áfrica central e acredita-se que foi criado para impressionar europeus e conseguir produtos em troca do mesmo. 

lindissima!

 

3. self - a obra de sangue

e que tal um auto-retrato em escultura? banal, não é?

não!

não quando se trata de Marc Quinn. é que este senhor decidiu usar nos seus auto-retratos um material diferente: o seu próprio sangue. para isso, retira 4,5 litros de sangue, que vão das suas veias directos para o congelador, para adquirir a consistência necessária.

a sangria não é feita de uma vez e a quantidade necessária é extraída ao longo de cinco meses, processo que repete a cada cinco anos.

olha como fica girissimo, aqui!

0,,69558188,00.jpg

à direita o senhor era mais jovem e por isso a cor mais escura: está mais podre. a sério! quanto mais os anos passam mais o material apodrece e mais escuro fica. 

estou fascinada.

 

na próxima quarta temos mais disto!

até la!

 

Querida mãe de uma criança aos gritos no supermercado

O texto original foi escrito Por Stuffmomsay e acho que todas já nos deparamos com mães nesta situação ou fomos as próprias mães que, cheias de vergonha de bater em público nos nossos filhos, agarramos neles ao colo e deixamos tudo para trás:

 

birras.jpg

 

Querida mãe da criança aos gritos no super-mercado:

Eu sei que estás envergonhada. Consigo ver nos teus olhos o desespero ao tentares levantar o teu filho histérico do chão. Estás toda encarnada, e vejo que prendes as lágrimas nos olhos para não correrem cara abaixo.

Tens umas calças elásticas pretas e uma t-shirt, e tal como eu, o cabelo com um ar de quem não vê pente há dias, embora o tenhas lavado e arranjado esta manhã. Eu sei que me viste a olhar para ti. Mas quero que saibas uma coisa: eu não te estava a julgar!

Eu não estou a pensar que deverias ter agido de outra forma, ou teres sido mais ou menos qualquer coisa. Eu não me estava a questionar porque é que trazes uma criança para o super-mercado, porque sei que não deves ter sítio melhor para a deixares. Nem me estou a questionar porque é que não consegues controlar o teu filho. As crianças não são robots, são pessoas livres que, de vez em quando, também lhes salta a tampa, e por vezes em público.

Nem sequer estou a perguntar porque é que não és um mestre Jedi, que usa o poder da força para acabar de vez com essa birra. Não estou a perguntar porque é que o teu filho não te respeita ou não tem medo suficiente de ti para se calar no minuto que o mandaste calar, porque sei que não és nenhum “Putin”.

Queres saber o que é que eu estou a pensar enquanto olho para vocês?

Eu estou a pensar em quantas horas de sono terás dormido a noite passada. Aliás, quantas horas de sono terás dormido nos últimos dois anos.

Eu queria saber se, tal como o meu, o teu filho ainda acorda todas as noites a chamar, apesar de já ter tentado de tudo! Eu queria saber se o teu filho também acorda com as galinhas, a pedir para ver televisão e para tomar o pequenos almoço (que acabo por ser eu a comer porque não aguento ver mais comida desperdiçada)

Eu tento adivinhar quando terá sido a última vez que fizeste uma refeição completa sem teres um par de mãos em miniatura a tirar-te o prato ou uma criança ao colo. Provavelmente foi há muito tempo. Será que o teu pequeno almoço, tal como o meu, foi o resto das torradas dos miúdos e meia chávena de café? A outra metade estava fria, puseste a aquecer no micro-ondas e nunca mais te lembraste dela? Pois, eu também…

Será que ficas tão animada simplesmente por sair de casa, mesmo que isso signifique que o teu filho te vai pedir para comprar o corredor completo de brinquedos, vai descalçar os sapatos no carro, pedir para fazer xixi 200 vezes e passar metade do tempo a chorar enfiado no carrinho do supermercado?

Enquanto tentas pegar no teu filho aos gritos, e pergunto-me se será a sua hora da sesta, e tal como eu, tentas fazer tudo o que precisas a correr para chegar a casa e pô-lo a dormir. E que anseias que não adormeça no caminho (claro que vai adormecer!) , e assim, em vez de teres uma tranquila hora de silêncio, vais ter uma tarde infernal de choro, drama, gritos, mais café à temperatura ambiente, isto tudo enquanto imaginas que a qualquer momento vais passar para uma bebida mais forte!

Gostava de saber se estarás tão surpresa como eu com o quão difícil é a maternidade, mas no entanto não mudarias nada!
Gostava de saber se amas os teus filhos mais do que pode ser descrito em palavras, e repetias tudo outra vez sem pestanejar. Menos a parte das birras!

Gostava de te perguntar se estás bem. Já levantaste o teu filho do chão e vais-te embora deixando o carrinho cheio de compras para trás. “I’ve been there!” Espero que os teus dias melhorem!

Acontece a qualquer uma. Basta ser mãe.

 

Fonte: aqui 

O Morango

 

inominável 3 2016-03-12 047.JPG

 

Chegámos à Primavera, apesar do tempo dizer exatamente o contrário, e nesta estação apetecem mesmo Morangos. Os dias mais quentes estão a chegar e com eles chega também a vontade de refeições mais leves e frescas com muita água e muita fruta. Sem sombra de dúvida que os morangos são a fruta mais tentadora e a mais apreciada desta época além de que, desde sempre, é conhecido como o fruto da paixão.

É um fruto muito aromático, doce e refrescante e o pico da sua produção é o mês de abril. Tem um baixo valor calórico ideal para quem está de dieta, pois tem 29Kcal por 100 gr. Comparado com outros frutos, o morango tem um teor elevado de antioxidantes (vitamina A, vitamina C e flavonoides), vitamina B (vitamina B3 e ácido fólico) e minerais (cálcio, potássio, magnésio e ferro). Assim, o morango é um fruto que contribui para o fortalecimento dos ossos, do cabelo e da pele e evita a retenção de líquidos.

São uma das frutas mais utilizadas em receitas podendo ser servidos de mil e uma maneiras (ao natural, em sumos, batidos, sobremesas, bolos, tartes, gelados, mousses, compotas, etc.)

 

Benefícios do morango:

- combate a hipertensão arterial;

- é ideal para as pessoas que sofrem de ácido úrico uma vez que possui ácido salicílico;

- ajuda a regular os níveis de colesterol no sangue;

- é indicado para as pessoas que estão a lutar contra o peso uma vez que é um fruto indicado para a elaboração de sobremesas pouco calóricas;

- por conter diversos minerais é utilizado no combate e na convalescença de doenças degenerativas;

- é ótimo para auxiliar na eliminação de pedra nos rins;

- é um ótimo purificador do organismo e por isso auxilia no tratamento de doenças como a artrite, a gota e o reumatismo;

- aumenta a resistência a infeções;

- devido aos antioxidantes previne as doenças cardiovasculares;

- tem um efeito diurético;

- auxilia no combate à anemia e à fadiga devido ao teor de ferro que possui.

 

Se quiserem algumas receitas com este maravilhoso fruto, passem por aqui:

 

http://revistainominavel.blogs.sapo.pt/inominavel-no-3-31249

Como poupar na conta do supermercado

lista de compras.jpg

 

 

Muitas vezes em conversas com colegas e amigas percebo que gasto bem menos do que a maioria delas em compras de supermercado, muitas delas perguntam-me como consigo e eu explico, dão-me desculpas esfarrapadas ao género das desculpas que eu dou para não emagrecer, mas a verdade é que poupar não é assim tão trabalhoso.

Poupar no supermercado não tem de ser uma complicação, não tem de dar imenso trabalho, eu não tenho tempo para uma organização detalhada, mas com 4 truques básicos consigo poupar imenso dinheiro, o suficiente para fazer umas férias. Não acreditam? Continuem a ler.

 

1# Truque – Diversificar para poupar

- Não comprem tudo no mesmo local, a menos que tenham de fazer grandes deslocações para realizar as compras, eu uso as viagens do trabalho para casa para realizar as compras, assim poupo dinheiro no combustível.

- Organizem as compras semanalmente, é mais fácil para acompanhar as promoções que são semanais e facilita na compra dos produtos frescos.

 

2# Truque - Fazer dois tipos de lista de compras

 

Lista de compras essencial

Esta lista deve conter dois tipos de produtos, os produtos frescos e os de necessidade imediata.

1 Passo - listar todos os produtos, eu uso uma folha de Excel, mas podem usar um bloco de notas físico ou virtual, apontam todos os produtos frescos que necessitam para a semana e os produtos em falta com necessidade urgente.

2 Passo – Abrir os folhetos dos supermercados que frequentam e verificar se algum desses produtos está em promoção, apontar o nome do local a comprar à frente de cada produto.

 

Lista de compras não essenciais - Saber o que se tem na dispensa

1 Passo – Façam uma lista com tudo o que acabou ou está com previsão de acabar nos próximos dias, mas que sabem não constituírem uma necessidade imediata.

2 Passo - Façam uma lista das coisas que precisam sempre em contínuo, produtos não perecíveis ou com validades longas, selecionem as vossas marcas favoritas para cada produto ou tipo de produto e tenham isso sempre presente, em diversas coisas terão mais do que uma opção tenham isso em consideração. Para a maioria das pessoas bastará recordar, já que sabemos o que gostamos.

3 Passo - Passem os olhos pela dispensa e pelos armários e façam uma lista das quantidades disponíveis desses produtos e tentem estimar para quanto tempo darão.

4 Passo - Abram novamente os mesmos folhetos dos supermercados e procurem esses produtos nas promoções:

- O produto está em promoção e a quantidade que têm é reduzida, apontem para comprar.

- O produto está em promoção, mas a promoção não é de 50% e ainda têm para algum tempo não comprem.

- O produto não se encontra em promoção não comprem (se não se encontra na lista do ponto 1 não é urgente).

No final terão a vossa lista de bens não essenciais a comprar.

Este procedimento de verificar o que está em promoção e está a terminar a partir da terceira ou quarta vez passa a ser automático, confiem em mim o nosso cérebro é uma coisa maravilhosa e fixa estes procedimentos.

 

3# Truque – Outros descontos e cupões

Já têm as vossas listas, o próximo passo é decidir onde comprar o que não se encontra em promoção e verificar se existem promoções adicionais.

Se tiverem revistas com cupões, talões de desconto, verifiquem se os podem combinar com alguma das promoções.

Verifiquem também os vossos talões de descontos dos supermercados, por exemplo, se for indiferente comprar em qualquer supermercado optem por comprar no Continente se tiverem um cupão de 10% adicional ou no Pingo Doce se quiserem atingir o desconto em gasóleo.

Cupões das marcas costumam ter uma validade superior por isso não os usem logo, guardem o desconto especialmente se for em percentagem para quando o produto estiver em desconto no supermercado, acumulem promoções e pelo mesmo valor comprem mais quantidade maximizando o desconto.

 

4# Truque – Orçamento controlado mas flexível

Quando falo destes truques é comum ouvir uma destas duas desculpas:

 

A - Não tenho dinheiro para comprar produtos para stock

O primeiro passo para poupar dinheiro é saber onde o gastamos, e por isso acho muito bem que as pessoas definam um orçamento para as compras de supermercado, mas esse orçamento deverá ser flexível:

- Para conseguir comportar uma despesa imprevista

- Porque não se deve gastar só porque está disponível nesse mês

Mas se mesmo assim, têm o orçamento muito apertado para comprarem produtos para stock, comecem por reduzir o orçamento mensal ou semanal pouco a pouco, até conseguirem colocar de lado por exemplo 50€, demorem o tempo necessário, mas coloquem esse valor de lado.

A partir daí com esse valor extra conseguem facilmente comprar produtos que não necessitam no imediato mas que irão necessitar no futuro. Lembrem-se que se usarem esses 50€ para comprarem produtos a 50% de desconto estarão a comprar produtos no valor de 100€ o que ainda é significativo.

 

B - Com as promoções compramos mais do que precisamos

Isso só acontece se não fizerem listas, se comprarem apenas o que já costumam comprar, não irão comprar mais só porque está em promoção.

O que acontecerá com o tempo é que comprarão a maioria das coisas com desconto, serão raras as coisas que comprarão ao preço normal.

 

Conclusão:

Se usarem estes 4 truques conseguirão reduzir substancialmente o valor médio das vossas compras, eu estimo que poupo cerca de 1/3 do valor que deveria gastar, ou seja, se gastarem 300€/mês em supermercado passarão a gastar 200€, uns meses é provável que gastem 250€ mas noutros gastarão apenas 150€ e a média andará nos 200€.

100€ por mês durante 12 meses são 1200€, dá ou não dá para fazer umas férias?

 

Na próxima semana dicas adicionais para pouparem nas compras do supermercado.

Boas compras e boa semana.