Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aprender uma coisa nova por dia

Nem sabe o bem que lhe fazia

7 de abril - Dia mundial da Saúde

De acordo com o Serviço nacional de saúde hoje comemoramos o dia mundia da saúde:

 

 

 
 

Depressão é o tema da campanha da OMS para 2017.

 

 

«Depressão. Vamos falar!» (Depression: Let’s talk) é o tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para as comemorações do Dia Mundial da Saúde 2017, assinalado anualmente no dia 7 de abril. Esta data é celebrada desde 1950 e coincide com o aniversário da fundação da OMS, em 1948.

 

A depressão afeta pessoas de todas as idades, de todas as esferas da vida, em todos os países. Provoca angústia e tem impacto na capacidade de as pessoas realizarem até mesmo tarefas diárias mais simples, com consequências às vezes devastadoras para o relacionamento com a família e amigos e a capacidade de ganhar a vida.

 

Na pior das hipóteses, a depressão pode levar ao suicídio. É, atualmente, em termos mundiais, a segunda principal causa de morte entre os 15 e os 29 anos de idade, embora, em Portugal, desde há muito, o suicídio seja sobretudo comum em pessoas mais idosas, nomeadamente que tenham doenças crónicas incapacitantes e que vivam sós.

 

Mas a depressão pode ser prevenida e tratada. Uma melhor compreensão do que a depressão é e como pode ser prevenida e tratada ajudará a reduzir o estigma (ou carga negativa, comum a toda a doença mental) associado e levar a que mais pessoas procurem ajuda.

 

Em cada ano, a OMS aproveita a data comemorativa para fomentar a consciência sobre alguns temas chave relacionados com a saúde pública a nível mundial. Neste sentido, organiza eventos a nível local, regional e internacional para promover o tema escolhido.

 

Para saber mais, consulte:

 

Provérbios do mês de Abril

“Abril, tempo de cuco, de manhã molhado e à tarde enxuto.”
 
“Em Abril águas mil.”
 
“Inverno de Março e seca de Abril, deixam o lavrador a pedir.”
 
“Abril molhado, sete vezes trovejado.”
 
“Abril chuvoso, Maio ventoso e Junho amoroso, fazem um ano formoso.”
 
“Uma água de Maio e três de Abril valem por mil.”
 
“Em Abril cada pulga dá mil.”
 
“Quem em Abril não merenda, ao cemitério se encomenda.”
 
“Tarde acordou quem em Abril podou.”
 
“Em lua de Abril tardia, nenhum lavrador confia.”
 
“Vinha que rebenta em Abril, dá pouco vinho para o barril.”
 
“O vinho e Abril é gentil.”
 
“No princípio ou no fim, Abril é ruim.”
 
“O grão em Abril, nem por semear nem nascido.”
 
“Sáveis por S. Marcos (dia 25) enchem os barcos.”
 
“Não há mês mais irritado que Abril zangado.”
 
“Inverno de Março e seca de Abril deixam o lavrador a pedir.”
 
“Quem em Abril não varre a eira e em Maio não rega a leira, anda todo o ano em canseira.”
 
“Abril frio e molhado, enche o celeiro e farta o gado.”

“Abril, Abril, está cheio o covil.”

“Não há mês mais irritado do que Abril zangado.”

“No princípio ou no fim, costuma Abril a ser ruim.”

“Quando vem Março ventoso, Abril sai chuvoso.”
 
“Em Abril queima a velha o carro e o carril.”

“Em Abril, lavra as altas, mesmo com água pelo machil.”

“Em Abril, vai onde deves ir, mas volta ao teu covil.”
 
 

IRS referente a 2016.

Dentro de poucas horas, vão poder começar a entregar a declaração de IRS referente a 2016. 

Este ano existe várias diferenças, por isso, não se assustem quando virem coisas esquisitas a não aparecerem nos dados preenchidos. 

alf impostos 

1- NÃO USEM QUALQUER SOFTWARE QUE NÃO SEJA DAS FINANÇAS!!!!

2- Se o vosso browser não permitir a entrega, observem a barra da esquerda, escolham download e escolham a versão do programa que serve para o vosso sistema operativo e instalem no computador. (Se não souberem e estiverem a usar Windows, escolham a versão de 32 bits.) Procurem o boneco azulado que vos oferece um abraço, no ambiente de trabalho, carreguem nele. Sigam as instruções e a entrega é igual como se estivessem no site. Precisam de ter o computador ligado à internet, quando forem fazer a simulação. Pois é necessário receber os dados já validados pelas finanças. Validem, simulem, gravem e entreguem. Depois disso, podem desinstalar o azulado e desejar-lhe um "Até para o ano!"

3- Este ano não existe primeira e segunda fase de entrega. Por isso, se tem rendimentos de actividade, recibos verdes, prediais, capitais ou outros géneros, a fase de entrega é de 1 de Abril a 31 de Maio, sem qualquer divisão. Se só tiverem ordenado ou pensões podem entregar o IRS até ao fim de Maio (ou não entregarem...) que não pagam multa. 

4- ATENÇÃO: As despesas de refeição dos estudantes (realizadas em refeitório ligado à escola que frequentam e onde tenham sido introduzido NIF dos estudantes) DEVEM ser adicionadas às despesas de educação manualmente. Para realizarem essa alteração, devem consultar (abram outro separador) as despesas individualmente (Saúde, educação, imóveis e despesas com arrendamento, podem ignorar o resto, que são a parte do IVA que não é possível declarar ou alterar dessa forma). Ao chamarem o anexo H tem lá uma bolinha que diz que aceitam os valores comunicados à autoridade tributária. Tem de escolher o Não e ir ao quadro 6C, preencher TODOS os valores dedutíveis. Os valores de rendas/juros para habitação, de despesas médicas ou lares DEVEM ser os que estão no site registados para 2016. Sendo que o único diferente é as despesas de educação. Devem somar as declarações que tenham em vossa posse (tem de ter o NIF das crianças em idade escolar!!!) ao valor original. Terão de guardar essas declarações durante QUATRO anos, para o caso da autoridade tributária querer confirmar o valor apresentado.  

5- Se alguém que tenha auferido SÓ rendimentos por conta de outrem e/ou recebido pensões, caso não faça a entrega do IRS até 31 de Maio, as finanças irão validar o IRS automaticamente ás 23:59:59 desse dia mesmo sem a intervenção do contribuinte. Isto é, se por mero acaso tiverem alguém de família ou conhecido que vos apareça em Julho a dizer que recebeu a nota de liquidação do IRS sem o ter entregue, não achem esquisito. É mesmo assim. O entregar mais cedo, serve para acelerar o processamento das declarações e eventual reembolso. Quem tenha outros tipos de rendimentos, TEM de realizar a entrega normalmente e caso não o faça até 31 de Março, estará sujeito a uma multa de 50 a 5000 euros. 

6- Se só tiveram ordenados ou pensões e forem solteiros/separados, quando entrarem no site de entrega com a vossa senha, vão encontrar uma opção na barra de menus da esquerda que diz IRS automático. Estando no caso das letras gorduchas, ao carregarem nessa opção, vão receber a nota de liquidação que é só necessário aceitar. Se forem casados, tiverem outros rendimentos ou tiverem filhos, NÃO PODEM USAR ESSA OPÇÃO MESMO ESTANDO DISPONÍVEL!!! Devem realizar a entrega da declaração do modo habitual. 

7- Uma promessa que foi feita é que se entregarem os IRS sem alterar qualquer valor, aceitando a nota de liquidação que vos é apresentada pelas finanças, criada com base nos valores já validados, o reembolso das retenções será feito em 15 dias úteis, após a validação central da declaração. Por isso, não vão logo a correr para entregar o IRS. Normalmente, pelo menos, até ao fim do 5 dia desde que se inicia a entrega, não são feitas validações, para que os serviços se mantenham centrados na recepção de declarações. Por isso não tentem cometer homicídio aos vossos computadores... 

 

 PS- Sim, Alf podes. São despesas gerais, só há um pequeno problema: Estás ilegal no nosso planeta e não tens forma de declarar o pó para as pulgas em Melmac. 

 

Como poupar energia.

Quando estão a usar o vosso computador ou telemóvel ou tablet, estão sempre a usar a internet ou serviços remotos? 

Muitas vezes, estão a usar o computador ou o telemóvel e deixam 2 coisas "simples" activadas sem lhe ligarem nenhuma. 

Qualquer computador tem uma tecla com um bonequinho como este. Se forem usar o vosso computador, esta tecla pode ter uma luzinha, pode ser activada em conjunto com o bluetooth ou que só carregando no Fn ela é activada. 

O mesmo se passa nos telemóveis quando usam serviços de transferência de dados ou acedem à internet por wifi. 

Sabem que num telemóvel deixar o wifi ligado pode dar para o vosso telemóvel se tentar ligar a milhares de redes conforme se deslocam? Ao final do dia, bateria está em mau estado e precisa de ser recarregada. 

O mesmo se passa com o computador. 

A 3 euros por mês (no caso dos telemóveis ultrapassa isso com facilidade), já viram a quantidade de dinheiro que desperdiçaram só por deixar uma coisa que não estão a usar ligada? 

Por isso, descubram como activar e desactivar o wifi-bluetooth (a maioria das vezes é a mesma tecla) no vosso computador. Quando não precisam deles activos, desliguem-nos. O mesmo nos vossos telemóveis/tablets. Se usam o wifi em casa, quando guardam o telemóvel, wifi off. 

Ao final do ano, a vossa conta da electricidade agradece. 

Segurança: senhas e passwords

Já ouviram muitas histórias sobre roubos de fotografias, roubo de dinheiro da conta bancária ou sobre alguém que lhe apagaram emails. 

Por mais que existam por aí tutoriais sobre como ter passwords seguras com 256 letras, números, caracteres especiais e trocas. Já se imaginam com uma password super segura como aspegic33463495827135casca0rolo-discor439100. Correcto? 

Tentem lá decorar aquela password e voltar a introduzir a mesma em qualquer sítio... não conseguem. E qual é a solução que muita gente usa é guardar as passwords no próprio browser ou usando uma aplicação externa que guarda as passwords para os sites que usam. Já fizeram isto né? Tudo pela vossa segurança online. 

E se vos disser que aquelas passwords gigantescas são muito mais simples de roubar do que uma password como 25122000. Estão a dizer que é mentira correcto? Pois não é. 

É que para vos descobrirem aquela password de 8 números, precisam de vos infectar o computador e obterem a password quando vocês a escrevem. (Até há 4-5 anos atrás era possível de experimentar uma quantidade louca de senhas para acertar, agora já não é assim.) Para obterem aquela password gigantesca e super segura... basta recolherem um ficheiro de texto que o vosso computador/telemóvel/tablet tem gravado onde estão os sites com o vosso username e a password. Algo que pode ser feito através de uma mensagem numa rede social ou por um mail com uma foto. Nada mais simples que copiar a password e usá-la. 

E quando escolherem uma password (agora é moda usarem como pass os números de telemóvel ou datas de nascimento de alguém próximo) lembrem-se que basta juntar mais 1 coisita que vos lembre o que estão a fazer. Se usa o vosso número de telemóvel para aceder ao mail, porque não começar por aí? m999999999 ou e999999999 ou uma variação que se lembrem. Quem souber o vosso número pode tentar... falta-lhe qualquer coisa mais. O mesmo se passa com nomes. Nome do filho como senha de acesso ao banco... com 1000 fotos do filho nas redes sociais e a usar o nome dele. Porque não juntar 2 peças que vocês tem de saber? Carlos2900

Nome e código postal. Muito simples de decorar e lembrar, muito mais complicado para pessoas que estão noutros lados. 

Não se ponham a inventar passwords que tem de guardar nalgum lado para as usar...

E o mais importante: se andarem a tirar fotos com pouca (ou nenhuma) roupa, mesmo que seja para vocês verem no vosso telemóvel, não usem serviços na cloud. Guardem-nas num cartão de memória extra ou numa pen drive. Tal como faziam os vossos pais/avós com as fotos que revelavam em casa e acabavam metidas dentro de um livro que ninguém lia. 

Confiar noutras pessoas? (Assuntos fiscais e não só.)

Muitos, tendo actividades económicas (recibos verdes ou algum pequeno negócio) acabam por delegar o tratamento dos contactos com finanças e segurança social a um terceiro. (No caso de terem contabilidade organizada é obrigatório, pois só alguém reconhecido pela câmara de técnicos de contas pode entregar a documentação fiscal.) 

Infelizmente, nos últimos 10 anos, a quantidade de burlas e roubos efectuados por pessoas que eram de confiança, pelo diploma que possuíam, tem gerado muitos problemas a pessoas simples que nunca imaginaram que poderiam ter algum problema de dívidas fiscais ou com a segurança social. 

Se com o fisco, normalmente ao cabo de 1 ano ou menos que isso, surge a notificação que existe um valor não pago, a nível da segurança social, demasiadas vezes, a notificação chega a demorar 3 ou mais anos a ser feita. 

Só que, para além da culpa da pessoa que anda a receber o dinheiro e não paga as contas que se responsabilizou por fazer o pagamento, a própria pessoa também tem culpa... 

Existem várias coisas que qualquer pessoa deve controlar:

1- Devem ter a vossa senha de acesso ao portal da finanças. Podem partilhá-la com alguém que vos trate dos assuntos fiscais mas, a senha tem de estar na vossa posse. E devem confirmar, pelo menos, uma vez por ano, fazendo ou pedindo a alguém de família que o faça, logarem-se no site e pedirem uma certidão de não dívida. Essa certidão é gratuita e deve ser pedida anualmente, quer seja por pessoas individuais como por empresas. 

Abram o Portal das Finanças (se forem parar ao painel de azulejos, no topo direito escolham serviços tributários), escolham Cidadãos, no novo menu puxem para baixo e escolham Obter, surge um conjunto de opções. Logo a primeira é a que interessa: Certidões - Efectuar Pedido. Quando escolherem esta opção vão ter de usar a vossa senha das finanças (é a mesma com que entregam o IRS ou indexam as facturas). Depois disso, vão encontrar um menu de vários tipos de certidões disponíveis: Liquidação de IRS, Residência Fiscal, Dívida e Não Dívida, Domicilio Fiscal (ignorem as outras que lá aparecem). Ao escolherem a Dívida e Não Dívida, vão receber um ficheiro PDF. Guardem-no. (Quem fez alterações a empréstimos para habitação, já conhece este serviço... é uma das coisas pedidas pela banca.) 

Mesmo não garantindo que não existem dados a ser analisados, normalmente situações de falta de pagamento às finanças com mais de 4 meses, surgem nessa declaração, mesmo que não tenham recebido a notificação das dívidas fiscais. Por isso, ao obterem uma declaração anualmente (a melhor altura para o fazer é entre Novembro e Dezembro de cada ano, pois já passaram os meses de pagamentos principais e o processamento das Finanças já estará concluído para o ano anterior). 

2- Devem ter uma senha de acesso à Segurança Social Directa (isto deve ser feito por TODOS). Fazem o login e nos Menus, escolhem Conta Corrente. Surgem várias opções, escolham Situação Contributiva , nessa nova janela, tem 3 opções. A que interessa é logo a primeira: Obter declaração de situação contributiva. E na página que vos aparece, escolham Efectuar Pedido. No máximo em 2 semanas a declaração é emitida, recebem um aviso por e-mail. Terão de voltar a fazer o mesmo percurso que referi só que em vez de escolherem Obter declaração de situação contributiva, tem de escolher a opção do meio: Consultar situação contributiva. ATENÇÃO QUE ESTA DECLARAÇÃO SÓ É VÁLIDA POR 120 DIAS. Isto é útil mesmo para quem não tem actividade e recebe ordenado. Assim, podem verificar se existe alguma informação em falta por parte da entidade empregadora. 

3- NUNCA realizar pagamentos sem ter uma guia de pagamento. Qualquer pagamento a nível fiscal ou da segurança social tem por base uma guia. Sem essa guia, algo de errado se passa...

4- Esta está ligada à 1 mas, é melhor ficar à parte. Quando alguém vos trata da entrega e validação de informações, a vossa senha fica na posse de outra pessoa. Se passarem a ser vocês (ou por qualquer razão quiserem passar para outra pessoa) a primeira coisa que devem fazer é requerer uma nova senha. Usem a antiga e vejam os dados pessoais, certifiquem-se que o email é o que usam actualmente. Se não for, alterem e validem o vosso e-mail. Não alterem a senha... peçam uma nova. Esse pedido, é para vos ajudar a saber a resposta secreta para o pedido de senha. (Se não souberem o email e perderem a senha, vão ter de passar por um questionário chato ou a terem de ir para a repartição de finanças identificar-se para receberem uma senha temporária. Tendo o email reconhecido, se se esquecerem da senha basta enviar um mail a partir desse, com o vosso NIF, morada e nome completo. Em 5 a 10 dias recebem a nova senha pelo correio.) 

5- NUNCA MAS, É NUNCA MESMO usem programas ou aplicações fornecidas por outras fontes que não seja o portal da finanças. TUDO o que precisam existe no portal. Por mais que vos prometam facilidades em registar facturas ou entregar declarações, consultar dados, ou outra coisa qualquer, vai duplicar a vossa informação. Ao usarem serviços de terceiros, estão a partilhar TUDO o que façam com pessoas que não devem saber nada sobre vocês. 

 

São maneiras simples de se manterem atentos à vossa vida a nível de contactos com os meios fiscais públicos. 

5 Dicas para Fazer Mudanças

Mudanças - Imagem Pixabay

Como sabem (ou podem fingir que sabem) esta Maria que vos escreve (e faz hoje aninhos, não se coíbam de ir lá ao blog dar os parabéns) deu uma voltinha à sua vida e mudou-se  da terra dos mouros para norte, a 3 horas de distância da rua onde podia jurar que moraria para sempre. Fazer mudanças é difícil. Fazer mudanças para tão longe e sem tempo útil para tratar delas é pior que resistir a doces por 66 dias...

Ficam então as dicas que nos têm poupado dinheiro e tempo (e paciência):

 

1. Deitar fora tudo o que não usaram (ou viram) no último par de anos. Vão descobrir que têm infinitamente mais tralha do que juravam em sítios da casa onde já nem se lembravam que estavam a servir de armazém (mas também bem à vista). Se algo vos provoca a expressão "ah, já nem me lembrava que tinha isto": vai fora. Se fiz isso com todas as coisas que vi e devia ter deitado fora? Não. Foi assim que acabei com 53 caixas cheias de tralha para trazer para cima. Mas falando em caixas... 

 

2. Uma questão de caixas...grátis. Como disse, a minha estimativa era encher 4 caixas e meia: ora bem, uma para os tachos e copos, duas com roupa, uma com livros, meia com outras cenas. Yeah, right. Pois bem, 4 caixitas médias na AKI custam 5€ e picos. 53 caixas pedidas no LIDL e no Mini Preço lá da zona custaram: 0€. Falem com os super mercados da zona para que vos guardem caixas e recolham nos dias que vos indicarem. As da Panidor têm o tamanho ideal, as de bananas são bem resistentes para as coisas mais pesadas. Sim, estou uma especialista. 

 

3. Se tiverem mobília, eletrodomésticos e tuditudo para mudar e muita pressa e poucos braços, considerem contratar uma empresa de mudanças. Acreditem, quando forem fazer as contas a tudo (sobretudo quando envolve muitos quilómetros, portagens, aluguer de camião e afins) o preço acaba por ficar bastante semelhante, numa equação que não envolve força de braços. Vão encontrar preços para todos os gostos e as modalidades preço à hora vs preço fixo. Eu dou preferência ao preço fixo porque gosto de saber com o que contar (e se posso contar) e sei que estas coisas levam sempre mais tempo do que o estimado. Peçam muitos orçamentos para terem opções e leiam muitas reviews das empresas na net antes de fazerem a vossa escola.

 

4. Antes de começarem a empacotar tudo sem distinção separem devidamente as coisas que vão precisar durante o processo de mudanças e nas horas (dias?) seguintes. Roupa para dois ou três dias, calçado, artigos de higiene e mesmo toalhas e lençóis à mão é capaz de não ser mal pensado. Vão ser as primeiras coisas de que vão precisar e sabe-se lá a que horas terminam as mudanças.

 

5. Peçam ajuda! A amigos e familiares e à vizinha que mora com o seu gato. Acreditem, eu também não queria (e achava que não ia precisar). Mas quando em 48 horas tive de encaixotar uma casa e ao fim do segundo tinha exatamente uma divisão pronta, tive de me render às evidências.

 

Dia do Pai

Hoje é o Dia do Pai.  E nada melhor do que ficarem conhecer a história por detrás deste dia temático.

 

dia do Pai.jpg

 

Ao que tudo indica, foi em 1909, em Washington,  Estados Unidos, que Sonora Louise Smart Dodd teve a ideia de escolher um dia especial para homenagear os pais, depois de ouvir um sermão no Dia da Mãe. Ela queria homenagear o seu pai, William Jackson Smart, um veterano da Guerra Civil que, depois da morte da sua mulher, passou a cuidar sozinho dos seis filhos do casal numa quinta no leste de Washington.

Porém, só em adulta é que Sonora Dodd compreendeu a força e a generosidade demonstradas pelo seu pai ao criar os filhos sozinho. Com o apoio da Associação Ministerial de Spokane e da Associação de Jovens Cristãos, redigiu uma petição em que recomendava a aceitação de um Dia Internacional do Pai. E foi graças aos  seus esforços que o primeiro Dia do Pai foi celebrado a 19 de Junho de 1910, em Spokane, que era também o dia de aniversário do pai. A rosa foi escolhida como símbolo do evento, sendo que as vermelhas eram dedicadas aos pais vivos e as brancas, aos falecidos.

 Aproximadamente ao mesmo tempo, em vários locais por toda a América começava a comemorar-se um “Dia do Pai” e em 1924 o Presidente Calvin Coolidge apoiou publicamente a ideia de um Dia do Pai a nível nacional.

Em 1972, o Presidente Richard Nixon introduziu o Dia do Pai na lei. e a partir desta data, passou a homenagear-se não só o pai, mas todos os homens que representam a figura paterna, como o avô, o padrasto ou o tio. A ideia inicial foi criar uma data para fortalecer os laços familiares e o respeito por aquele que nos deu a vida.

 

Curiosidades:

 

- Em Portugal, Espanha e Itália o dia escolhido para homenagear os Pais é o dia 19 de Março que é também os Dia de S. José.

- Na África do Sul, no Brasil e na Austrália, o Dia do Pai é no segundo Domingo de Setembro.

- Na Alemanha não existe um dia oficial dos Pais, esse dia é lembrado na mesma data que Jesus Cristo ressuscitou.

- No Reino Unido, é comemorado no terceiro domingo de junho, mas sem grande festividade.

- Na Grécia, é no dia 21 de Junho e é uma comemoração muito recente. Surgiu por já existir o dia da Mãe.

 - Na Rússia, o "Dia do Defensor da Pátria" substitui o Dia do Pai e é comemorado a 23 de Fevereiro.

Saber ler um ovo

Por acaso sabem que se pode ler um ovo?

Eu compro ovos caseiros que vou buscar a pessoas amigas mas, para quem não tem essa sorte, espero que aprendam a ler os ovos e que saibam o que comprar.

Desde há uns anos para cá, que todos os ovos que compramos em supermercados, têm obrigatoriamente um código carimbado em cada um, que funciona como o seu “bilhete de identidade”. Assim, conseguimos saber bastante informação sobre a sua origem e muito importante, a forma como as galinhas foram criadas e aquilo que comeram.

Na natureza as galinhas não comem nem cereais (sim, não comem milho), nem ração. As galinhas saudáveis comem “bicharocos”, ervas e produzem ovos nutricionalmente bem diferentes.

Códigos atribuídos aos ovos:

 O 1º número  corresponde ao “código de criação” e este varia entre o 0-3:

0- Modo Biológico: ovos provenientes de galinhas criadas ao ar livre mas que, beneficiam de uma alimentação maioritariamente da agricultura biológica.

1- Produção ao ar livre: ovos provenientes de galinhas criadas “ao ar livre”. Têm um espaço interior, de condições similares às de “produção em solo” onde pernoitam ou se abrigam, quando o tempo apresenta condições meteorológicas adversas. Mas também têm um espaço exterior, ao ar livre, adaptado às suas necessidades (com uma densidade mínima de 4 m2 por animal, isto é, 40 vezes maior do que no código 2).

2- Produção no solo: ovos provenientes de galinhas encerradas em gaiolas, juntas e num extenso galinheiro. A densidade de galinhas é de aproximadamente 10 animais por metro quadrado e sem possibilidade de sair para o exterior. Neste código e no código 3 o bico das galinhas é cortado, uma vez que a situação de stress fazem-nas ter comportamentos anormais, como atacar outras galinhas ou auto-mutilação.

3 – Sistema de gaiolas convencionais: ovos provenientes de galinhas produzidas em galinheiros, segundo o processo mais comum, mais baratos e menos saudáveis. Este tipo de ovos é produzido por galinhas que passam a vida adulta numa gaiola. As dimensões das gaiolas estão definidas, correspondendo a 550 cm2 por animal. As condições de iluminação são modificadas para criar nas galinhas a ilusão de que há mais horas de sol e, portanto, fazer com que tenham uma maior produtividade.

Os melhores ovos são os das galinhas criadas ao ar livre, que estão no campo, ao sol, comem insectos e plantas, têm uma vida mais saudável e feliz, que as galinhas criadas em gaiolas, de bicos cortados e sem ver o sol. As galinhas “felizes” produzem ovos cujas cascas são mais duras, o interior é mais consistente e denso, sabem melhor, têm menos gorduras saturadas e são mais ricos em vitaminas (A, E e D), proteína, beta-carotenos e omega3. A diferença de preço entre ovos de código 1 ou 0 e ovos de código 2 ou 3 pode ser mais que um euro, para meia dúzia de ovos. Para quem consome ovos todos os dias, este factor é muito relevante e a escolha de ovos (código 0) vale a pena o investimento!

O 2º código, composto por letras, corresponde ao País originário do ovo.

O 3º código diz repeito ao Código da Direção Regional de Agricultura de uma determinada região, a garantir que o produto está aí certificado.

Por último, o 4º código, separado por um travessão, estão três dígitos a identificar o código da exploração.

 

Posto isto, da próxima vez que forem às compras, abram a caixinha dos ovos e não tenham vergona de ler o ovo.

o dia da mulher não é o dia do elogio à pila

o dia da mulher é visto, nos últimos tempos, como uma reunião pública levada a cabo por um bando de senhoras, meninas, matronas, avós, mamãs, solteiras e mais que houvesse onde se come, bebe e se observa, com grande excitação, aquilo que naquele momento lhes parece de suma importância:

homens semi despidos com um pack que não é six. 

 

infelizmente é esse o significado que este dia assume para algum mulherio e para um maior número de homens:

a celebração, a festa, a data especial em que elas podem ver sem censura um ou outro espécime do sexo oposto, em trajes menores, depois de retirar com garra esta ou outra farda a lembrar profissões em que se usam bastões e mangueiras.

estranhamente é como que, se de uma forma absolutamente retorcida, o dia da mulher fosse uma ode ao pénis!

e há coisa mais errada do que isso?

 

eis que ficam pois 4 factos que demonstram que este dia nada tem a ver com pilas.

ou melhor: nada tem a ver com o elogio das ditas.

a haver alguma relação era na luta contra elas. 

16362-Como-Surgiu-o-Dia-Internacional-da-Mulher-

 

1. o dia internacional da mulher tem como origem as manifestações das mulheres russas por melhores condições de vida e trabalho e contra a entrada da rússia czarista na primeira guerra mundial. essas manifestações foram brutalmente reprimidas e marcaram o início da revolução de 1917. a data da principal manifestação, 8 de março de 1917  foi instituída como dia Internacional da mulher entre o movimento internacional socialista.

 

2. por sua vez, a primeira proposta de criar um dia em homenagem às mulheres foi feita pelo partido socialista norte-americano em 1909. no ano seguinte, a internacional comunista, realizada em copenhaga, decidiu colocar a ideia em prática, já que as manifestações pelo direito de voto e o fim da discriminação feminina se multiplicavam em todos os países industrializados.

 

3. no ocidente, o dia internacional da mulher foi comemorado no início do século, até a década de 1920. depois a data foi esquecida por muito tempo e só recuperada pelo movimento feminista, já na década de 1960.


4. 1975, foi designado pela ONU como o ano internacional da mulher e, em dezembro de 1977, o dia internacional da mulher foi adotado pelas nações unidas, para lembrar as conquistas sociais, políticas e económicas das mulheres.

existem algumas versões para que a escolha tenha recaído no dia 8 de março. a versão mais conhecida diz que, nessa data, em 1857, 129 operárias de uma fábrica têxtil de nova iorque entraram em greve. além de salário igual ao dos homens, elas reivindicavam a redução das horas de trabalho, que era de até 16 horas diárias. os patrões trancaram as operárias e incendiaram a fábrica. todas elas morreram queimadas.

 

em suma: como bem se vê o objectivo da data nunca foi somente comemorar.

pretendia-se antes alertar, não fazer esquecer e, sobretudo, discutir o papel da mulher na sociedade, tentando-se erradicar o preconceito e a desvalorização da mulher que ainda sofre - e vai sofrer - com

  • salários mais baixos sem qualquer justificação;
  • violência masculina;
  • horários de trabalho excessivos; e,
  • desvantagens na carreira profissional unicamente por terem uma vagina em vez de uma pila.

 

por isso mesmo minhas senhoras, logo à noite quando vestirem a mini saia e forem dar gritinhos histéricos a duas pilitas mais pequenas do que os peitorais de quem as apresenta, pensem duas vezes se na data em que deviam pensar seriamente na vossa posição relativamente ao homem, vos apetece soltar elogios ao tamanho da masculinidade que durante séculos vos amarrou como bicho inferior.

 

sejamos francas:

nada tenho contra pilas.

em algumas ocasiões consigo até ver-lhes muita utilidade.

mas daí a transformarem esta data no elogio da dita é coisa que não entendo.

(ia dizer é coisa que não me entra, mas acho que o texto já está poético que chegue). 

 

F I.png

também escrevo aqui.

e vem ter comigo ao facebook - aqui,  e instagram - aqui